Bolsa com Batom » Andrea Brandão
15
fevereiro
2019
Como eu tenho feito a minha sobrancelha

Oi amores!

Sempre estou atenta aos produtos para preencher as sobrancelhas e sempre estou buscando novidades e um jeito mais prático para deixar a minha com mais dignidade, pois quase não tenho pêlos nessa região.

Sobrancelha sempre me deu trabalho. Já tive mais fios quando era bem  novinha. Depois dos 25 anos comecei a notar que os fios ficaram mais finos e bem claros.

Já errei muito também fazendo a sobrancelha de forma errada e em lugares onde “estragaram” o desenho da mesma. Com o tempo, eu mesma aprendi a fazer a limpeza dos fios que iam nascendo irregulares.

As falhas começaram a me incomodar mais quando notei que os pelinhos demoravam muito para nascer e crescer e, descobri depois de alguns tratamentos e idas ao dermatologista, que meu caso é genético e não há muito o que fazer além de pigmentá-las com técnicas como micropigmentação. Tenho muita vontade de fazer a Microblending, mas preciso aliviar financeiramente e também achar um lugar no qual eu confie.

 

 

PRODUTOS QUE ESTOU USANDO MAIS NO MOMENTO

 

 

 

No meu caso, é preciso lápis e sombra. O lápis eu uso como uma base para traço/marcação e a sombra entra no preenchimento.

Estou gostando muito do Duo de Sobrancelhas da Tracta. Ele tem as sombras bem compactadas, elas não esfarelam. Não curto sobra esfarelenta para as sobrancelhas. O fato de ser bem compactado permite trabalhar melhor e uma naturalidade maior para o acabamento.

Sinceramente, acho que uma sobrancelha feita com lápis e sombra, não fica muito natural, por isso eu gosto de ir esfumando sempre e trabalhando com delicadeza. Essa vantagem eu percebi nesse Duo da Tracta; uma pigmentação na medida e facilidade em esfumar.

Um bom pincel escovinha e um chanfrado são itens indispensáveis para a precisão de desenho e preenchimento. Ter um bom pincel, não significa que o mesmo precisa ser caro ok?! Temos opções ótimas no mercado, como os pinceis da Kiss New York, Macrilan, Klass Vough e Vult.

O Lápis da Master Shape da Maybelline eu considero um dos melhores do mercado. Ele também permite essa liberdade em trabalhar de forma mais suave ou mais dramática. Tem ótima fixação e vem com uma escovinha que quebra muito o galho. Eu uso a cor mais clara.

 

 

 

 

O Gel fixador tenho usado o da Maybelline, mas a Tracta também tem um muito bom. Ele auxilia na fixação e mantém os fios no lugar o dia todo. No começo eu não dava importância para esse produto, mas ele faz toda a diferença na questão da fixação e acabamento.

 

 

 

O Lápis bege funciona como um iluminador e também deixa a sensação que o arco da sobrancelha ficou mais levantado. Isso “levanta” a expressão.  Lápis bege temos muitas opções de marcas. Estou testando esse da Maybelline que comprei em uma  promoção no Quiosque. Ele é bege levemente rosado e fica ótimo também na linha d’água. Gosto muito também dos beges da Vult, Luisance e Mahav.

Dependendo da ocasião, eu troco o lápis pelo corretivo cremoso.

 

 

Nesse mosaico, dá pra ver bem a transformação do antes e depois

 

 

Eu preparei um vídeo mostrando como eu faço a minha sobrancelha. Vídeo completo com todos os detalhes e mostrei também a medição que uso para achar começo, meio (arco) e o final da sobrancelha.

No vídeo vai dar pra ver bem que uma sobrancelha não fica 100% igual a outra, porque eu tenho uma assimetria levemente acentuada na face.

 

 

Vou deixar o vídeo aqui no Post e convido vocês a se inscreverem lá no meu Canal conto com o apoio de vocês!

E me acompanhem também no Instagram

Eu fiz o vídeo com muito carinho e espero que você gostem.

Caso tenham ficado com alguma dúvida sobre algum produto usado é só deixar aqui nos comentários, beleza?!

O Esmalte que estou usando no vídeo é da Risqué Cor AzulLivremente.

 

Beijos meus amores e fiquem com o vídeo.

com carinho,

Andréa Brandão.

 

 

compartilhe o post!

Compre Aqui!

Compre Aqui!


11
fevereiro
2019
Maquia e Fala – Preconceito, Ofensas nas Redes Sociais, Cadê as Parcerias? Abrindo o coração!

Olá pessoal!

Essa é a primeira vez que posto um vídeo nesse estilo aqui no Blog e no Canal Confesso que algumas vezes, ensaiei fazer esse tipo de conteúdo, mas sempre apagava, com medo do que iriam pensar, achar, enfim, com o tempo a gente aprende que os julgamentos sempre acontecerão então, não há o que temer quando somos de verdade, quando não temos do que e de quem se esconder.

O vídeo não é um desabafo. Apenas senti vontade de sentar, ligar a câmera e páh, gravar, falar o que estava sentindo. Falar sobre coisas que aconteceram comigo desde o ano passado, falar sobre preconceito, limites, falta de apoio, enfim falar!

O vídeo ficou longo, eu sei. Cortei muita coisa, eu falo horrores e essas coisas estavam meio que entaladas aqui na garganta, 2018 foi um ano em que sofri muito com agressões, xingamentos. Apaguei muitos comentários maldosos.

Eu não sei o que leva uma pessoa a ofender a outra assim do nada. Eu não sei de onde vem tanta falta de amor, de empatia e de educação mesmo. Se eu vejo um conteúdo que eu não gosto, eu deixo passar, eu não vejo, não comento, mas sou incapaz de ofender alguém só por não achar a pessoa bonita, ou só por não gostar daquilo que a mesma publicou. As Redes Sociais se tornaram um território sem limites. As pessoas acham que podem fazer tudo e que ficarão impunes. Precisamos urgente de medidas sobre comportamento nas Redes sociais. Ser humano nenhum merece ser ofendido pela sua aparência. E, principalmente, por não se encaixar ou por “não estar” dentro do padrão.

Que padrão é esse? Que bendito padrão é esse? Em que cartilha ou em que manual está esse padrão? Onde mora? Onde habita esse “ser padrão”?  Me pego fazendo essas perguntas. Já cheguei ao cúmulo de achar que a errada sou eu, por não “ser um padrão bacana” para o outro e para as Empresas.

Aliás, esse é outro ponto que ressalto aqui nesse texto. Empresas. Marcas. Relação Marca X Blogueira.

Ano passado, Marcas que por uma questão ética, não citarei aqui, se afastaram de mim. E-mails que enviei para saber o que estava acontecendo, a maioria, não foram respondidos e os que me deram resposta, foram genéricos.

Ah, sim, mas 2018 foi um ano de crise, um ano difícil. Sim, foi e muito! Mas eu continuei a ver as mesmas Marcas que eu enviava e-mails pedindo parceria, ou querendo saber sobre, fazendo publicidade com muitas Blogueiras “Influencers”. Então o ano não foi tão ruim assim, não é mesmo?!

Começou a cair a venda dos meus olhos sobre essa questão de “publi”, de parcerias e comecei a ver que para muitas Marcas, eu não passava apenas de um número. E, que não importa se você tenta fazer um trabalho bacana. O que importa é o quanto de K você é dentro das Redes Sociais.

Não importa o conteúdo, não importa se comprou seguidor. Têm muitos “Ks” então, é notado pelas Marcas.

Então, tomei a decisão de a partir de agora, não ser mais bobinha. Não me endividar para ter produtos para resenhar. Continuarei fazendo o que amo e o que sempre foi meu propósito: compartilhar, dividir e levar informação com as coisas que testo e uso. Continuarei com meu conteúdo e sendo eu mesma. E, sim, estou aqui  aberta para parcerias okay?!

Por isso, eu abri o coração (não totalmente por causa do tempo), mas falei sobre algumas questões que estavam me incomodando e me bloqueando até de produzir. Eu fiquei desmotivada.

O mês de janeiro foi de reflexão, eu falei sobre isso no último Post aqui no Blog, foi um mês que pensei e repensei muitas coisas e meu ano de trabalho enquanto Blogueira (Blogueira raíz com muito orgulho) começou em fevereiro.

Daqui pra frente são novos desafios, projetos e quero do meu lado o que for bom, o que vier agregar. Chega de ser bobinha, já passou da hora e bora trabalhar… eu quero trabalhar e preciso hehe…

 

 

Conforme prometido, segue a lista de produtos usados no vídeo.

 

 

  • Base Super Stay Maybelline Cor Classic Beige Medium
  • Base Fluída Vult Cor 4
  • Corretivos Age Rewind Maybelline Cor Neutralizer e Corretivo Salmão Vult
  • Paleta de sombras Belle Angel
  • Paleta de Blush Maybelline
  • Sérum Hidratante Encanto da Sereia da Ruby Rose
  • Lápis de Sobrancelha Master shape cinza da Maybelline
  • Lápis bege Maybelline
  • Pó Translúcido da Anita Cosméticos
  • Máscara de cílios Eudora Turbo
  • Batom Cor Nude Queridinho da Eudora
  • Fixador de Maquiagem Ruby Rose
  • Não saiu na foto, mas usei também o Duo de Sombras 04 vult; Paleta de Corretivo da Ruby Rose; Lápis Bege da Mahav; Pó Studio Fix da MAC.

 

Vou deixar o vídeo  aqui no Post e espero contar com o carinho, amizade e apoio de vocês nesse 2019. TMJ!

Um beijo no coração de todos!

Com carinho,

Andréa Brandão.

 

 

 

 

compartilhe o post!

Compre Aqui!

Compre Aqui!


06
fevereiro
2019
Recomeçando! É sempre tempo de renovação

 

RECOMEÇANDO, UM OLHAR MAIS ATENTO. ENXERGANDO ALÉM.

 

Eu estava com muitas saudades do meu Blog, do meu cantinho! Esse é meu primeiro Post de 2019, portanto, eu desejo que o nosso ano seja cheio de paz e muitas conquistas!

Esse é um ano especial, o Blog completa sete anos agora em março. E, durante esse período de “afastamento”, juntando a correria de fim de ano, festas; eu pensei muito, muito mesmo em como eu vinha me relacionando comigo mesma, refleti sobre o valor do meu trabalho, sobre tudo que investi para que esse cantinho fosse criado e, especialmente na falta de valorização que senti no decorrer de 2018.

2018 foi um ano tenso, um ano difícil de trabalho e, foi através desses momentos de tensão que aprendi que precisava me valorizar, precisava aprender a dizer não, a não aceitar tudo, pensei nas parcerias perdidas, pensei nas oportunidades que não apareciam, e pensei, pensei, pensei em tudo, mas de uma coisa sempre tive certeza: que não abandonaria meu cantinho.

Senti necessidade de começar meu 2019 aqui no Blog, com esse texto, pois daqui pra frente eu não serei mais a Blogueira que aceita tudo, que trabalha de graça, que escreve releases e que não tem valor.

Marcas que admiro, simplesmente ignoram meu trabalho. E-mails enviados que nunca tive uma resposta. E-mails, mensagens, tentativas sem sucesso. E eu apenas pude enxergar que para algumas Empresas eu sou apenas um número, um numerozinho a mais a ser contabilizados em suas Redes Sociais.

E porque estou escrevendo tudo isso e colocando para fora o que sinto? Porque algo dentro de mim mudou e eu não vou desistir de ser quem eu sou e o que tiver que ser meu, se for para acontecer, vai ser e ponto.

 

PRECONCEITO DE SER UMA BLOGUEIRA MADURA

 

Ah esse danando preconceito! Ele é cruel! E digo mais, ele é pior quando você não se  encaixa dentro do “padrão ideal”. No padrão de beleza ideal, no padrão do Feed bonito, cheio de fotos bacanas, viagens, comidas, amigos. Eu gostaria muito de conhecer quem inventou essa cartilha da perfeição. Vejo pessoas vivendo uma vida que “parece ser perfeita” , tentando se moldar, tudo para se encaixar nessa perfeição, nessa bolha. E como sobreviver a isso?

Vivemos uma era tão louca que o pouco que conseguimos com nosso suor e dedicação, ainda é cobiçado pelos outros. Quem está no topo, não quer ser amigo, não quer “fechar”, com quem está precisando. Os trabalhos não são divididos e tudo se concentra num mesmo grupo de pessoas.

Será que a idade influencia? Claro que sim! Eu não vejo Blogueiras de pele madura fazendo um publi de um antissinais, de algum lançamento de maquiagem, de um perfume, um creme. Blogueira que fotografa unha então, é sempre desvalorizada.

Meu maior desejo para 2019 é oportunidade. Se eu tivesse que escolher uma palavra para esse ano, seria oportunidade. E para todos!

 

EU … EU SIGO EM FRENTE

 

 

 

Eu sempre acreditei no meu trabalho. Até porque se eu não acreditar, quem o fará não é mesmo? Não devemos jamais perder a fé em si mesmos.

Por isso, eu fiz curso de maquiagem e decidi que ao invés de repostar vídeos e fotos de outras pessoas, eu mesma produziria meu próprio conteúdo. Por isso, eu coloco minha cara à tapa. E sim, já fui ofendida inúmeras vezes pela minha aparência, por não ser o “tal padrão de beleza”. É lamentável isso, mas acredite, é uma das piores sensações ser ofendida, ser julgada pela aparência. Esse foi um dos motivos que também me fizeram repensar muita coisa. Ninguém gosta de ser ofendida ou de ler comentários do tipo ” se você está segura e gosta do que faz siga em frente então”; “se você está feliz com você mesma, então continua fazendo o que gosta”. São comentários que já li também, e o pior, as pessoas falam naturalmente como se isso fosse algo construtivo, mas não é! Tem preconceito embutido aí.

 

PODER DA AUTO MOTIVAÇÃO – FRASES DE INCENTIVO

 

 

Eu me cerco de frases motivacionais por todos os lados. As palavras têm um grande poder sobre nosso psicológico e devemos usar o que for melhor e o que tivermos ao nosso alcance para que a motivação saia do pensamento para a ação. Tenho minha parede de quadros com frases e elas me lembram o tempo todo que eu não posso desistir dos meus sonhos e desistir daquilo que me faz feliz.

2018 passou e como citei lá no comecinho, não foi um ano bom no sentido profissional e, de certa forma, isso me trouxe um desequilíbrio que estou buscando a reestruturação.

Sei que com Deus e com força de vontade  eu sigo em frente. Acredito na minha verdade, nos meus valores e acredito em mim. Espero muito, de coração, que esse seja um ano de experiências positivas, de trabalho e oportunidades (olha a palavra aí de novo!).  Espero também que as Empresas enxerguem pessoas como eu, e que os slogans bacanas que criam para suas campanhas sejam de fato, colocados na prática.

Eu precisava escrever isso. Estava aqui entalado na garganta e precisava colocar aqui para que vocês saibam que não é um mar de rosas ser uma Blogueira. E também para mostrar a realidade fora da bolha.

Me acompanhem também lá no Instagram

Um beijo no coração de todos e segue a vida.

Com carinho,

Andréa Brandão.

 

 

 

compartilhe o post!

Compre Aqui!

Compre Aqui!